Busca do Site
foto da empresa exatron
Blog
há 3 anos | em : Noticias

Plataforma de automação devolve autonomia a deficientes físicos

De acordo com o IBGE, cerca de 13 milhões brasileiros possuem alguma deficiência motora.  Destes, 95% não possuem ensino fundamental e 85% estão desempregados.  Diante deste quadro, o instituto sem fins lucrativos HandsFree Tecnologias Assistivas, de Recife (PE), desenvolveu um projeto para auxiliar na inclusão social, digital e profissional de pessoas com deficiência.

A plataforma Integrada HandsFree, que está em busca de patrocinadores, é um produto de baixo custo e alta eficiência que proporciona automação residencial focada no deficiente físico. Por meio do programa, a pessoa tem controle do computador através do movimento da cabeça ou por comandos de voz, podendo, além de conduzir tarefas simples do cotidiano, como o acender e apagar das luzes, fazer buscas e estudar pela internet.

“É muito caro automatizar uma casa. Os equipamentos chegam a custar mais de R$ 100 mil reais. Diante disso, criamos um equipamento que une as principais funcionalidades que uma pessoa com deficiência física severa precisa para desenvolver a sua autonomia. Nosso público-alvo são pessoas que extrema baixa renda. Infelizmente é uma realidade dura e que nos norteou no desenvolvimento do equipamento e software”, explica Philippe Magno, diretor de Comunicação do Instituto HandsFree.

A Exatron conheceu o projeto em outubro do ano passado. Desde então, passou a patrociná-lo por meio da doação de peças plásticas que comportam o comando do programa que é destinado ao controle da iluminação. Já foram entregues ao instituto cinco conjuntos de peças e, em breve, a empresa fará a doação de outras cem unidades.

“O que me chamou atenção na plataforma foi que, por meio de tecnologias ‘open source’, a pessoa tem à disposição soluções para automação residencial através do movimento da cabeça ou comando de voz. E a tecnologia assistida é excelente justamente por oferece ao deficiente físico maior autonomia social, profissional e financeira e, assim, proporcionar o resgate da autoestima”, diz Régis Haubert, diretor superintendente da Exatron.

O instituto, que já recebeu diversos prêmios, está em busca de colaboradores e patrocinadores para o projeto. Para saber como contribuir ou para mais informações, acesso o site institutohandsfree.org.br.